domingo, 19 de março de 2017

Livro: Max de Sarah Cohen-Scali

Max é o protótipo perfeito do programa "Lebensborn" iniciado por Himmler, o comandante supremo da temível SS nazista. Mulheres selecionadas dão à luz os primeiros representantes puros da raça ariana.
Max é um bebê criado para ser o primogênito dessa nova geração. Ele cresce sem mãe e sem nenhum sentimento, até ser levado aos 6 anos para uma "escola" onde crianças polonesas passaram pelo filtro racial da SS. Ali ele conhece e faz amizade com Lukas, um judeu polonês, mas com todas as características físicas de um ariano. Neste momento, as crenças nazistas de Max começam a desmoronar e ele passa a ver o mundo de uma forma diferente, até o final apocalíptico da Segunda Guerra Mundial.

Comentando sobre o livro 'O Labirinto dos Espíritos' de Carlos Ruiz Zafón.

Sinopse:
Na Barcelona de fins dos anos de 1950, Daniel Sempere já não é aquele menino que descobriu um livro que havia de lhe mudar a vida entre os corredores do Cemitério dos Livros Esquecidos. O mistério da morte da mãe, Isabella, abriu-lhe um abismo na alma, do qual a mulher Bea e o fiel amigo Fermín tentam salvá-lo.

Quando Daniel acredita que está a um passo de resolver o enigma, uma conjura muito mais profunda e obscura do que jamais poderia imaginar planta a sua rede das entranhas do Regime. É quando aparece Alicia Gris, uma alma nascida das sombras da guerra, para os conduzir ao coração das trevas e revelar a história secreta da família… embora a um preço terrível.

O Labirinto dos Espíritos é uma história eletrizante de paixões, intrigas e aventuras. Através das suas páginas chegaremos ao grande final da saga iniciada com A Sombra do Vento, que alcança aqui toda a sua intensidade, desenhando uma grande homenagem ao mundo dos livros, à arte de narrar histórias e ao vínculo mágico entre a literatura e a vida.

«Zafón reinventou o que significa ser um grande escritor. A sua habilidade visionária para narrar histórias já é um género em si mesma.» USA TODAY

Opinião
O quarto e último livro da saga 'O cemitério dos livros esquecidos' promete um desfecho eletrizante de todas as histórias.
Novamente, os livros malditos unem-se, como túneis subterrâneos, às existências dos seus autores. Livros malditos ou livros de seres delicados que padeceram as crueldades da História como Isabella, a mãe de Daniel. Também no Labirinto dos Espíritos, assistimos a um jogo de espelhos entre a Barcelona real e a Barcelona reflectida nos livros de paradeiro incerto, neste caso com o eco de uma muito particular.
Através das suas páginas chegaremos ao grande final da saga iniciada em 2001 com A Sombra do Vento e que continuou com O Jogo do Anjo e com O Prisioneiro do Céu, que alcança aqui toda a sua intensidade e tracejado, que por sua vez desenha uma grande homenagem ao mundo dos livros, à arte de narrar histórias e ao vínculo mágico entre a literatura e a vida.
                                           Coleção 'O Cemitério dos Livros Esquecidos'

terça-feira, 7 de março de 2017

Livro: Contos da Academia dos Caçadores de Sombras - Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman

Os Caçadores de Sombras estão de volta numa novíssima aventura. Todas as histórias são verdadeiras. E, dessa vez, Simon Lewis está pronto para contar a dele.
Numa história contada em 10 contos que revisitam o passado dos Caçadores e aponta para uma nova direção, Cassandra Clare, Sarah Rees Brennan, Maureen Johnson e Robin Wasserman presenteiam os fãs da série com uma jornada de tirar o fôlego, cheia dos personagens que todos já amam.
Simon não se lembra do seu passado, das aventuras que viveu ao lado dos amigos... Nem sequer sabe quem é, de fato. Então, quando a Academia de Caçadores de Sombras reabre, o rapaz mergulha nesse novo mundo, determinado a se reencontrar. Mesmo sem ter certeza de que quer voltar a ser aquele velho Simon de antes.
Mas o local é muito hostil e Simon acaba enxergando muitos problemas em sua nova escola. Como o fato de os alunos mundanos serem obrigados a viver no porão, ou sofrerem com as piadas e os preconceitos dos Nephilim.
Numa jornada para se redescobrir, para voltar a se reconhecer entre os antigos amigos, como Clary Fairchild e sua amada Isabelle Lightwood (mesmo que ele não se lembre desse amor), Simon vai descobrir que pode ser mais do que antes. Que seu destino como Caçador de Sombras vai muito além de sua missão de voltar a ser quem era.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Viajando pelas Séries #06 - Mr. Robot


Sinopse
Mr. Robot é uma série de televisão dramática americana criada por Sam Esmail. É estrelada por Rami Malek como Elliot Alderson, um engenheiro de cibersegurança e hacker que sofre de transtorno de ansiedade social e depressão clínica. Alderson é recrutado por um anarquista insurrecional conhecido como "Mr. Robot", interpretado por Christian Slater, para se juntar a um grupo de hacktivistas. O grupo pretende apagar todas as dívidas atacando o grande corporação fictícia Evil Corp.

Opinião
É raro hoje em dia uma série ser tão promissora desde o seu primeiro episódio. Geralmente grandes produções “mornas” e depois vão mostrando a que vieram. Muitas vezes percebemos isso apenas no desenrolar da temporada ou até mesmo nas temporadas seguintes, quando renovadas.
Esse não é o caso de Mr. Robot, produção que marca um realinhamento dramático da emissora norte-americana USA e que apresenta de forma absolutamente inesperada um drama que já nasce forte, e que é capaz de entregar tudo aquilo que prometeu e mais. A criação de Sam Esmail em seu primeiro grande trabalho na TV é ambiciosa em termos narrativos, criativos e estéticos.
Desde o primeiro episódio sabemos que estamos diante de algo diferente e potencialmente especial e foi por isso – e pelos “mistérios” apresentados nos capítulos iniciais – que aguardei o desfecho da temporada para poder atestar: esta é indubitavelmente a melhor estreia da summer season. Mr. Robot nos apresenta a Elliot Alderson (Rami Malek), um engenheiro de segurança da informação que trabalha como uma espécie de “hacker do bem” nas horas vagas e que está investido de todas as características de um anti-heroi. De fato, sabemos que existe algo meio off em Elliot já na sua primeira aparição, sendo perseguido por estranhos homens de terno em enquadramentos de câmera pouco usuais. Pela narrativa não linear adotada descobrimos que nós – espectadores – somos uma espécie de “amigo imaginário” do perturbado técnico, em alguns casos funcionando subjetivamente como o narrador auxiliar desta intrincada história e em outros como testemunha ocular dos outros ramos da história.
Uma surpresa também são os nomes dos episodios igual a de arquivos torrent desde o primeiro episodio ("eps1.0_hellofriend.mov” e “eps.1.1_ones-and-zer0es.mpeg”). São nesses episodios dá para perceber claramente a dinâmica da série. Elliot tem um alter ego que idealiza um plano em escala mundial para hacker o sistema financeiro e “zerar” os débitos e créditos em que se fundamenta a sociedade moderna.
É aí, especificamente, que Mr. Robot se sobressai, ao fazer duras críticas ao capitalismo exacerbado de grandes corporações.


Também podera gostar: Viajando pelas Séries #05 - Arrow

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Livro: A Mente de Stephen Hawking por Damiel Smith


Em mente de Stephen Hawking - a genialidade de um dos pensadores mais extraordinários do mundo. Tem Um olhar único sobre a mente de um dos pensadores mais extraordinários de todos os tempos! Sem dúvida o cientista mais famoso do planeta e um dos mais renomados estudiosos da Física nas últimas décadas, Stephen Hawking se tornou mundialmente famoso com o livro Uma Breve História do Tempo, que transformou a maneira como interpretamos nosso lugar no universo. Sua história engloba uma batalha constante da mente contra o corpo. Quando foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (Ela) aos vinte e um anos, Hawking tinha o prognóstico de viver apenas mais dois. No entanto, decidiu não se deixar abater e hoje é o portador de Ela que sobreviveu por mais tempo na História. Esse livro convida você a explorar a abordagem única de Hawking sobre as grandes questões científicas da atualidade, e aponta as diferentes ideias e experiências que lhe ajudaram a formar tanto a personalidade íntima como a figura pública, decodificando tudo para demonstrar como você pode aplicar os métodos dele para melhorar todas as áreas de sua vida.

sábado, 28 de janeiro de 2017

Trailer do filme iBoy.

Olá pessoal, na procura incessante por um filme que me prenda a atenção encontrei este de nome iBoy. Ele tem um enredo um enredo que vai de surpreendente ao óbvio dependendo do ponto de vista (eu particularmente acho o tema sonhador).


Sinopse: Tom (Bill Milner) é baleado no momento em que tenta parar um ataque violento contra sua namorada Lucy (Maisie Williams). Depois de um tempo ele acorda do coma e descobre que fragmentos de seu smartphone foram incorporados no seu cérebro, dando a ele super poderes. Tom usa esse conhecimento e tecnologia para se vingar da gangue responsável pelo ataque.


segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Livro: Nujeen - A Incrível Jornada de Uma Garota Que Fugiu da Guerra na Síria Em Uma Cadeira de Rodas

      A emocionante jornada de uma garota que fugiu da guerra na Síria em uma cadeira de rodas e se tornou inspiração para milhares de pessoas em meio a uma tragédia humanitária. Escrito pela mesma coautora de “Eu sou Malala”. Christina Lamb, premiada jornalista e coautora do best-seller Eu sou Malala, agora conta a história inspiradora de outra notável jovem heroína: Nujeen Mustafa. A angustiante jornada de Nujeen para fugir da Síria devastada pela guerra até chegar à Alemanha é uma história empolgante de força, coragem e esperança que dá um rosto para a grande questão humanitária do nosso tempo: a crise dos refugiados sírios. Para milhões de pessoas ao redor do mundo, essa adolescente de dezessete anos personifica o melhor do espírito humano. Com a locomoção limitada à cadeira de rodas devido à paralisia cerebral e sem poder frequentar a escola na Síria por causa de sua doença, Nujeen aprendeu inglês sozinha, assistindo a novelas americanas na TV. Quando sua pequena cidade se transformou no epicentro do combate brutal entre os militantes do Estado Islâmico e os soldados curdos apoiados pelos EUA, em 2014, ela e sua família foram obrigados a fugir. Apesar de suas limitações físicas, Nujeen iniciou a árdua jornada rumo à segurança e a uma nova vida. A exaustiva odisseia de dezesseis meses incluiu viagens de ônibus e travessias em botes, através da Turquia e do Mar Mediterrâneo até a Grécia, através da Macedônia até a Sérvia e a Hungria e, finalmente, até a Alemanha. Ainda assim, apesar de todas as dificuldades físicas, o extraordinário otimismo de Nujeen jamais esmoreceu. Ela manteve a cabeça erguida, recusando-se a ceder ao desespero ou a enxergar a si mesma como uma vítima passiva. “Você precisa lutar para conseguir o que deseja neste mundo”, disse a um repórter da BBC. A positividade e a coragem de Nujeen permeiam esta história inesquecível de uma jovem determinada a encontrar uma vida melhor para si mesma. Este é um livro de memórias poderoso e único, que retrata a crise dos refugiados sírios, ajudando-nos a entender que o mundo precisa mudar, ao mesmo tempo em que nos oferece a inspiração para transformar essa mudança em realidade.
 
Uma história impressionante de garra e desejo de mudança. Nujeen, mesmo com suas limitações conseguiu fugir da tragédia que se transformou seu país de origem. 

domingo, 15 de janeiro de 2017

Livro: Inegualável por Alyson Noël.

Sinopse:
Layla Harrison quer deixar seus dias de pobretona para trás, em busca de uma oportunidade como repórter. Aster Amirpour está a ponto de gritar com o próximo diretor de elenco que disser: “Queremos alguém exótico, mas não o seu tipo de exótico.” Tommy Phillips sonha em comprar uma guitarra de doze cordas para tentar fazer as pazes com seu pai famoso (e ausente). Mas Madison Brooks fez o destino se ajoelhar para ela muito tempo atrás. É a queridinha de Hollywood, e o que teve que fazer para chegar à fama é uma mera mancha no asfalto sob o salto dos seus Louboutins. Quando Layla, Aster e Tommy conseguem entradas VIP para o mundo glamoroso e instável da noite de Los Angeles, eles são envolvidos em uma competição de alto risco, com Madison Brooks como alvo. O problema é que, quando a estrela desaparece misteriosamente, destruindo suas esperanças, tudo que resta para os três são as mentiras.

Opinião:

Depois do fenômeno da série Os imortais a Alyson Noël deu uma sumida do mercado editorial. Suas outras séries publicadas no Brasil. Já tinha perdido as esperanças de seguir os trabalhos da autora, até foi no mínimo surpreendente.

O primeiro livro da série, “Inigualável”, nos apresenta ao universo da série, onde acompanhamos a vida de quatro jovens que têm vidas e motivações completamente diferentes, que moram em Los Angeles e acabam tendo suas vidas entrelaçadas. Essas personagens são Madison Brooks, Layla Harrison, Aster Amirpour e Tommy Phillips, todos muito bem criados e delineados pela autora. Madison é uma celebridade com um passado completamente fabricado, não sabemos muito sobre ela, apenas que ela é extremamente gananciosa e que seu passado possui manchas terríveis que ela faz de tudo para esconder e esquecer. É a queridinha de LA e “namora” com Ryan Hawthorne, um canaastrão. Layla é o oposto de Madison, ela odeia o mundo das celebridades. Mas ela quer se formar em jornalismo em Nova York e para realizar seu sonho ela acaba se envolvendo nesse universo pela grana. Ela tem um namoro firme com Mateo, um surfista que não aprova o envolvimento dela nesse mundo, já que seu irmão morreu de overdose, abandonado pelos “amigos” à própria sorte na porta de uma dessas baladas famosas.

A última garota, Aster, veio de família rica e tradicional, mas a jovem deseja assumir as rédeas de sua vida e se tornar uma atriz famosa. O único problema é que a família dela espera que ela se case e viva para cuidar de sua família, sem se importar com uma carreira, qualquer que ela seja. E por último temos Tommy, o único garoto, um típico músico frustrado que se muda de Oklahoma para LA em busca de fama e sucesso. Só que tudo que ele consegue é um emprego em uma loja de instrumentos, onde mora seu objeto de desejo: uma guitarra de 12 cordas. Porém, não foi só a música que o levou para a Cidade dos Anjos, é lá que mora Ira Redman, seu pai rico, famoso e ausente, que nem sabe da sua existência.

Mas como é que a autora conseguiu juntar todas essas personagens em uma trama só? Acontece que Layla, Aster e Tommy se tornam participantes de um desafio criado por Ira Redman, o dono de praticamente todas as boates mais badaladas de LA. Ira escolhe 12 promoters para promover suas boates e festas, oferecendo prêmios semanais para o melhor promoter e a eliminação da pessoa que teve o pior desempenho. O BBB das baladas. Onde entra Madison? Ela é a celebridade número um da lista que Ira passa aos promoters, quem conseguir com que ela marque presença na boate, ganha muitos pontos com o dono sem escrúpulos. Ira Redman é intimidante, sabe de tudo e não vale nada. Fiquei com a impressão de que há muito mais por trás da personagem do que a autora nos revelou.

Apesar das personagens parecerem clichês ambulantes, a autora insere alguns detalhes sobre a vida de cada um, uma motivação pessoal que acaba quebrando esse estereótipo, mostrando aos leitores que precisamos enxergar além e parar de julgar as pessoas sem conhecer seus verdadeiros motivos. Não temos como saber como vamos reagir a uma certa situação até passarmos por ela. Alyson coloca todos os seus belos e jovens personagens cheios de ideias e regras sobre a vida à prova dos clichês e nenhum deles escapa ileso. Até onde estamos dispostos a ir para conseguir o que queremos? Não existe a personagem perfeita, todos se atrapalham e cometem (grandes!) erros na busca pela fama/sucesso. Alguns mais do que os outros, alguns se arrependem mais rápido das atitudes que tiveram outros nem pensam duas vezes e continuam a criar desculpas para suas atitudes ao invés de encarar a realidade.

Um detalhe bem legal é que todos os capítulos levam nomes de músicas famosas de artistas dos mais variados gêneros. Me diverti tentando lembrar/adivinhar de quem eram as músicas e achei que isso trouxe um toque a mais para a narrativa, muito bem pensando. Mas o que mais me surpreendeu foi que de uma hora para a outra o livro YA de fofocas e clichês se tornou um grande caso de sequestro/possível assassinato e eu não consegui largar o livro até chegar a última página, que, aliás, é incrível! Se o livro não te pegou logo no começo, dê uma chance para ele de novo, você não vai se arrepender.


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Livro Meio Mundo - Mar Despedaçado #2 - Joe Abercrombie


                                  Os tolos alardeiam o que vão fazer. Os heróis fazem.

Thorn Bathu não é uma garota comum. Mesmo tendo sido criada numa sociedade machista, ela vive para lutar e treina arduamente há anos. Porém, após uma fatalidade, ela é declarada assassina pelo mesmo mestre de armas que deveria prepará-la para as batalhas.

Para fugir à sentença de morte, Thorn se vê obrigada a participar de um esquema do ardiloso pai Yarvi, ministro de Gettland. Ao lado dela se encontra Brand, um guerreiro que odeia matar, mas encara a jornada como uma chance de sustentar a irmã e conquistar o respeito de seu povo.

A missão dos dois é cruzar meio mundo a bordo de um navio e buscar aliados contra o Rei Supremo, que pretende subjugar todo o Mar Despedaçado. É uma viagem desafiadora, em que Brand precisa provar seu valor e Thorn fará o necessário para honrar a memória do pai e se tornar uma verdadeira guerreira.

Guiando os personagens por caminhos tortuosos em busca de amadurecimento e redenção, Joe Abercrombie mais uma vez nos maravilha com uma história grandiosa, que se sustenta sozinha por seu vigor, mas também dá continuidade à saga de Gettland e Yarvi. Finalista do prêmio Locus, Meio Mundo deixará o leitor na expectativa do desfecho desta série épica.